Em grau inferior da hierarquia estão os diáconos, aos quais foram impostas as mãos "não em ordem ao sacerdócio mas ao ministério". Pois que, fortalecidos com a graça sacramental, servem o Povo de Deus em união com o Bispo e o seu presbitério, no ministério da liturgia, da palavra e da caridade. É próprio do diácono, segundo for cometido pela competente autoridade, administrar solenemente o Batismo, guardar e distribuir a Eucaristia, assistir e abençoar o Matrimónio em nome da Igreja, levar o viático aos moribundos, ler aos fiéis a Sagrada Escritura, instruir e exortar o povo, presidir ao culto e à oração dos fiéis, administrar os sacramentais, dirigir os ritos do funeral e da sepultura. Consagrados aos ofícios da caridade e da administração, lembrem-se os diáconos da recomendação de S. Policarpo: "misericordiosos, diligentes, caminhando na verdade do Senhor, que se fez servo de todos".

[…] O diaconado poderá ser […] restaurado como grau próprio e permanente da hierarquia.

II Concílio do Vaticano, Lumen Gentium, n. 29

27 de novembro de 2022
A 27 de novembro, I domingo do Advento, na Sé do Porto, D. Manuel Linda, bispo do Porto, instituiu no ministério de acólito cinco candidatos ao diaconado permanente da Diocese do Porto: António Agostinho da Costa Teixeira (Paróquia de Folgosa, Maia), Carlos Avelino da Silva Lima (Paróquia de Rio Tinto, Gondomar), Domingos Manuel Neves Moutinho (Paróquia de Folgosa, Maia), Miguel António Fontes da Silva (Paróquia de Sanguedo, Santa Maria da Feira) e Sérgio Fernando da Silva Pinto (Paróquia de Folgosa, Maia). Na mesma celebração, instituiu também um leitor e dois acólitos, seminaristas do Seminário Maior do Porto. Veja-se a notícia da celebração do jornal Voz Portucalense.

13 de novembro de 2022
Decorreu a 13 de novembro, na Casa Diocesana de Vilar, o retiro dos candidatos em formação para o diaconado permanente, orientado pelo Diác. Agostinho Nogueira Pereira. O retiro serviu também de preparação para a instituição de alguns dos candidatos no ministério de Acólitos, na Sé do Porto, a 27 de novembro.



8 de novembro de 2022
Decorreu a 8 de novembro, por meios telemáticos, a segunda sessão de Formação Permanente do presente ano pastoral. Constou da primeira sessão da conferência A sinodalidade: Desafios a partir da escuta sinodal da Igreja do Porto, proferida pelo Cón. Joaquim Santos, da Comissão Sinodal do Porto, no âmbito do Ciclo Abraça o presente: Juntos por um caminho novo, organizado pelo CCC e pelo diaconado permanente. Seguiu-se um tempo de formação específica apenas para os diáconos, em que foram transmitidas algumas informações e se refletiu sobre um texto testemunhal do encontro realizado em Frascati, nas proximidades de Roma, para sintetizar os relatórios sinodais proveniente de todo o mundo. Desse encontro saiu o documento preparatório da fase continental do Sínodo sobre a sinodalidade, sob o título Alarga o espaço da tua tenda. A sessão concluiu-se com a oração de Completas.

15 de outubro de 2022
Realizou-se a 15 de outubro a Sessão solene de início do ano letivo 2022/2023 do Centro de Cultura Católica do Porto, presidida por D. Manuel Linda, bispo do Porto. Na sessão foram entregues os diplomas e certificados aos alunos que concluíram os seus cursos em 2021/2022. Entre eles, concluíram o Curso Básico de Teologia alguns candidatos ao diaconado permanente. A formação teológica para o diaconado permanente obtém-se pela conclusão do Curso Básico de Teologia ou da Licenciatura em Teologia ou em Ciências Religiosas da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa. A formação teológica integra-se no conjunto do percurso formativo que a diocese do Porto tem organizado, de acordo com as indicações do magistério da Igreja.

11 de outubro de 2022
Decorreu a 11 de outubro nas instalações do Centro de Cultura Católica a primeira sessão de Formação Permanente do presente ano pastoral. Constou da primeira sessão do ciclo Abraça o presente: Juntos por um caminho novo, organizado pelo CCC e pelo diaconado permanente. Nesta sessão, realizada no próprio dia em que se cumprem 60 anos da abertura do II Concílio do Vaticano, foi projetado o documentário Vaticano II: Imagens, testemunhos. Com o recurso a imagens da época, nele se revivem os grandes momentos do Concílio e se acena aos seus principais documentos, enquanto se ouvem alguns testemunhos de bispos e teólogos que participaram naquela assembleia ou a viveram de muito perto. Depois da alusão a alguns aspetos da programação das atividades do diaconado permanente portucalense, a sessão concluiu-se com a oração de Completas.

25 de setembro de 2022
O Boston College promove um curso online gratuito sobre O ministério diaconal: desafios para uma Igreja ministerial, coordenado pelos teólogos italianos Serena Noceti e Luca Garbinetto. O curso, lecionado de modo assíncrono, inicia-se a 3 de outubro e prolonga-se até dezembro. Integram-no quatro módulos: “Introdução: Numa Igreja toda ministerial: os diáconos”; “Diáconos: quem são?”; “Diácono, ícone de Cristo servo”; “O diácono, ministro ordenado em e para uma Igreja diaconal”. Não é necessária inscrição no curso e acede-se ao mesmo pelo seguinte apontador: El ministerio diaconal: desafíos para una Iglesia ministerial.

8 de setembro de 2022
Foi divulgado o calendário para 2022/2023 dos dois turnos de Retiros para diáconos permanentes e esposas. Já tinham sido divulgados em julho os calendários da Formação Permanente, da Formação para Candidatos ao Diaconado Permanente e da Formação para Aspirantes em Tempo Propedêutico. Tinha sido também divulgada a escala de Serviço dos diáconos às missas estacionais do bispo do Porto.

22 de agosto de 2022
Realizou-se em Assis, Itália, de 3 a 6 de agosto, o XXVIII Congresso da Comunidade do Diaconado em Itália, subordinado ao tema A sinodalidade como estilo diaconal: Diáconos a caminho ao serviço da missão da Igreja.

31 de julho de 2022
O Boston College teve em lecionação ao longo do mês de julho um curso de formação contínua online subordinado ao tema Discernimento comum e tomada de decisões em uma Igreja sinodal.

31 de julho de 2022
A revista diocesana Igreja Portucalense n. 58 (2022) acaba de assinalar os 30 anos do diaconado permanente da diocese do Porto, com a publicação de um texto do Diác. António Poças, um dos ordenados por D. Júlio Tavares Rebimbas a 26 de abril de 1992, na sé do Porto. O texto, que aqui se disponibiliza, intitula-se Diaconado Permanente: natureza e missão. Algumas achegas à guisa de testemunho pessoal. A revista também dá nota da última Assembleia Diocesana de Diáconos Permanentes, realizada a 29 de março, publicando o texto do Diác. Francisco Bártolo, intitulado Assembleia Diocesana de Diáconos permanentes sobre o Sínodo dos bispos e a sinodalidade na Igreja, ao tempo disponibilizado nesta página.

29 de julho de 2022
Foi divulgado o calendário da Formação permanente do diaconado do Porto para 2022/2023.

19 de julho de 2022
Foram divulgados os calendários para 2022/2023 da Formação para Candidatos ao Diaconado Permanente e da Formação para Aspirantes em Tempo Propedêutico. Foi também divulgada a escala de Serviço dos diáconos às missas estacionais do bispo do Porto para 2022/2023.